Sistemas ERP, mas pra quê?

  Enterprise Resource Planning (ERP), traduzido do inglês como "planejamento dos recursos da empresa", é um sistema integrado de gestão empresarial que tem como objetivo executar estratégias mais eficiêntes para o crescimento do negócio, com os recursos disponíveis. O ERP funciona como um banco de dados empresarial, que reúne em uma única plataforma todas as operações de forma interligada, como a manufatura, a logística, as finanças e os recursos humanos, por exemplo. Continue lendo e saiba mais:

  Atualmente, o sistema ERP se refere ao seu modelo informático utilizado em empresas, sendo conhecido principalmente pelos softwares desenvolvidos para esta finalidade. Como software, o ERP permite organizar as informações armazenadas nos computadores da companhia, eliminando as redundâncias, permitindo uma visão global mais clara, criando processos automatizados e facilitando a distribuição das informações por todas as áreas envolvidas no negócio.

Exemplo de funcionamento de um sistema ERP

  Vamos imaginar o caso de uma indústria de móveis sob medida que utiliza um sistema ERP. O software poderia integrar o processo desde a encomenda até a entrega da seguinte forma:

O representante de vendas registra a encomenda no sistema, que dispara a informação pela empresa;
O setor de produção é avisado de que precisa fabricar o móvel encomendado;
A área responsável pela gestão de suprimentos também registra o pedido, para que possa controlar o estoque das matérias-primas necessárias para sua produção;
Se for necessário repor o estoque, a área de suprimentos cuidará disso e o setor financeiro será avisado do gasto com a aquisição de matérias-primas;
O departamento financeiro também receberá o aviso de que deverá fazer a cobrança pelo móvel vendido;
As novas informações de custos e de faturamento chegarão aos responsáveis pela contabilidade;
A área de logística poderá se programar, desde o pedido, para entregar a encomenda, a partir do cálculo de tempo necessário para a fabricação.
 
Idealmente, o ERP permite que todas essas informações sejam acompanhadasem tempo real por todos os setores, de forma sintética, desde o momento do pedido até sua entrega.

Vantagens do ERP:

  • Um sistema ERP racionaliza o fluxo de informações dentro da empresa, melhorando a comunicação. Além disso, ele permite guardar os dados não apenas para consultas sobre o andamento do pedido, como também para análises futuras.
  • O registro de todo o processo permite que o gestor do negócio identifique com mais facilidade onde estão as principais falhas, para que possa saná-las.
  • Ao automatizar a comunicação entre os setores mais importantes da empresa, um software ERP pode aumentar sua eficiência e até reduzir os custos desse processo.

Desvantagens do ERP:

  • Um sistema ERP é customizado, ou seja, precisa ser adequado às necessidades de cada empresa específica. É preciso que a companhia tenha um setor de tecnologia da informação competente para escolher o melhor fornecedor ou contratar uma consultoria especializada para isso. Tudo isso tem custos, que podem ser altos.
  • Além disso, a automatização total do sistema pode deixar a empresa dependente do software, o que a torna vulnerável em caso de falhas. Se o fornecedor do programa não fornecer um suporte eficiente e rápido, isso poderá causar problemas na produção e levar a grandes prejuízos.

Origem da matéria: Dicionário Financeiro, www.dicionariofinanceiro.com/erp/

Nós usamos nossas experiências como cliente e desenvolvedores de Sistemas ERP automatizados, para criar soluções acessíveis e eficientes a todo empreendedor, de diversos segmentos. Oferecemos ferramentas para deixar sua empresa regularizada em exigências fiscais, controle operacional e admistrativos de forma fácil e rápida, até mesmo do seu smartpone. E o melhor: estaremos sempre ao seu lado com nosso suporte! 

CONHEÇA A MEMOCASH WEB


Quer trabalhar conosco? Deixe aqui o seu contato ;)

(c) 2021 • Todos os direitos reservados