Glossário do Vendedor

Todo ramo profissional tem seus próprios termos, utilizados para definir processos, técnicas e ferramentas dos profissionais inseridos na área. No universo dinâmico do varejo, temos PDV, POS, TEF, entre tantas outras siglas e jargões próprios. Conheça os mais comuns:

B2B – Business to Business:
Essa sigla se refere às empresas que realizam negócios com outras empresas. Resumidamente, é quando o comprador do produto ou serviço é uma outra empresa e não uma pessoa física.

CTA – Call-to-action:
Literalmente significa “chamada para ação”. É uma mensagem que pode ser transmitida através de uma imagem, botão ou link, com um convite atrativo para que o lead realize uma ação. Exemplo: CLIQUE AQUI para baixar uma material. Nessa chamada o lead fornecerá  seus contatos em troca de algo de valor, um conteúdo rico: uma palestra, um e-book ou planilha.

Checkout:
A palavra vem do inglês e é a junção de dois termos amplamente usados na língua. Check significa ‘checagem’, ’verificar’ e out significa para fora. Assim, checkout definiria o momento em que o cliente paga e sai de sua loja. Esse termo é utilizado para determinar o conjunto de máquinas responsáveis por esse processo, no caso o caixa.

Ciclo de Vendas:
É o tempo médio que se leva para fechar uma venda. Esse ciclo varia muito de empresa para empresa e também da complexidade ou não do produto ou serviço.

CRM – Customer Relationship Management:
Em português é traduzida como Gestão do Relacionamento com o Cliente e tem como finalidade focar as ações da empresa a um melhor atendimento aos consumidores, antecipando as necessidades e proporcionamento uma comunicação mais personalizada.

CRM de Vendas:
A Gestão do Relacionamento com o cliente (CRM – Customer Relationship Management) se desenvolveu e as empresas passaram a investir no relacionamento com o seu público. Na área de vendas, a necessidade de controle dos processos também se ampliou e foram desenvolvidos softwares para alinhar essas duas necessidades. Assim, surgiram os CRM de Vendas, que são ferramentas online que auxiliam nas atividades de vendas da empresa, organizando as tarefas dos vendedores e o controle por parte dos gestores. Se tornaram cada vez mais necessários, visto que a plataforma permite o armazenamento das informações dos leads em um único ambiente e constrói as fases do funil de vendas, otimizando tempo e custos para a equipe.

PDV:
O Ponto de Venda é basicamente o local em que os clientes pagam pelos produtos que eles compram, mais conhecidos como caixas. Muitas vezes ele pode ser caracterizado também pelas máquinas de cartões, as POS.

TEF:
A Transferência Eletrônica de Fundos (TEF) é o software que faz a comunicação entre as máquinas de cartão e os estabelecimentos comerciais. É a solução tecnológica mais segura para varejistas que realizam essas transações. Com o TEF é possível centralizar e integrar todos os pagamentos efetuados no PDV, já que o processo é realizado de modo totalmente eletrônico e automático, eliminando o risco de erros manuais.

ERP:
Enterprise Resource Planning significa Sistema Integrado de Gestão Empresarial. É o software que realiza toda a gestão do seu empreendimento e integra os principais processos feitos dentro de uma loja, que são: vendas, estoque, cadastro, financeiro, compras e relatórios. Tudo com a maior segurança e agilidade. Conheça nosso sistema MemoCash Web

Follow-Up:
É o acompanhamento das etapas da vendas, gerando sensibilidade no vendedor em perceber quando o lead está preparado para passar para a próxima fase.

Lead:
O lead é um potencial cliente, que demonstrou algum interesse no produto ou serviço da empresa e deverá ser nutrido pelo marketing ou pela área de vendas até que esteja preparado para a compra.

POS:
A sigla POS vem de Point of Sale, que traduzido significa Ponto de Venda, o famoso PDV. São propriamente ditas aquelas máquinas de cartões utilizadas para pagamento em crédito e débito em sua loja.

PinPAD:
É lá que acontece os pagamentos de sua loja. Os PinPADs são terminais parecidos com as máquinas de cartão só que com fio, onde o consumidor insere o cartão para realizar a compra. Eles são ligados ao caixa e são responsabilidade dos operadores que realizam os processos de administração e pagamento no ponto de venda.

NFC-e:
A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) é uma atualização do tradicional Cupom Fiscal emitido por ECF (Emissor de Cupom Fiscal). Ela é uma modernização automatizada e sustentável da emissão dos comprovantes de compra, além de dispensar a impressão, já que todo o processo é feito pela internet. Antes, o empresário era obrigado a arquivar todos os comprovantes de compra impressos por ECF durante 5 anos. Agora, com a modernização e a não obrigatoriedade de impressão, ficou muito mais fácil o armazenamento desses documentos. Isso porque, quando realizada a compra, a NFC-e é emitida eletronicamente com a extensão de arquivo XML que deve ser armazenada, durante ainda, 5 anos. 

Atacarejo:
Atacarejo é um neologismo que designa uma forma de comércio que reúne atributos de duas formas tradicionais de comercialização: o atacado e o varejo, com os conceitos de self-service (autosserviço) e de cash & carry (pague e leve).

  Pronto! Agora você não vai mais ficar de fora em conversar de comerciantes experientes! Sentiu falta de algum termo? Comente qual, para atualizarmos a lista!

   A MemoCash Soluções dispõe dos melhores Softwares de gestão para o seu negócio, seja ele padaria, supermercado, açougue, hortifruti, atacarejo ou restaurante. Quer saber mais sobre nossas soluções? Entre em contato agora mesmo e agende uma conversa com um dos nossos especialistas. Descomplique com a MemoCash! 


Gostou? Deixe um Comentário

Quer trabalhar conosco? Deixe aqui o seu contato ;)

(c) 2021 • Todos os direitos reservados