O mercado de delivery se tornou necessidade com a chegada da pandemia em 2020, estimulando o consumo e influenciando hábitos da população. Seja pelo aumento de pedidos de um mesmo usuário, ou principalmente pela adesão de novos às plataformas de entrega de comida. Dados do setor mostram salto de 155% no número de usuários de março a abril do ano passado. Quando o estimado para o período era de 30%. O crescimento de pedidos também acompanhou o crescimento de usuários, atingindo expressivos 975% de aumento.

Levantamento da Statista – empresa especializada em dados de mercado e consumidores –  mostra o Brasil como destaque no segmento de delivery na América Latina em 2020. Dessa maneira o país foi responsável por quase metade dos números do delivery, 48,77%. Em seguida estão México e Argentina, com 27,07% e 11,85%, respectivamente. As previsões para 2021 são de mais crescimento. De tal forma que um movimento de aproximadamente US$ 6,3 trilhões do delivery é esperado em todo o mundo até dezembro. 

Dados de delivery
Estatística do cenário nacional nos últimos 12 meses no ramo de delivery

Mercado de delivery deve manter-se estável

Sem dúvida a tendência é a estabilidade dos pedidos por produtos entregues em casa ou retirados nas empresas.

O Ifood domina com 79% o mercado de delivery, mas as altas taxas impostas podem afetar o lucro dos pequenos empresários. A MemoCash tendo como estratégia a entrega de soluções para os comerciantes lança o MemoBox. Sistema simples de pedidos integrado ao seu módulo Cadastros, no qual o cliente pode montar seu carrinho de pedidos e ele chega diretamente no WhatsApp do comércio.

A ferramenta não é exclusiva para os ramos de alimentação. Se usada por todos os ramos com esse tipo de venda, é com certeza, uma ferramenta indispensável para o andamento do negócio.

Versão gratuita

A primeira versão do MemoBox integrada ao WhatsApp é gratuita. Clientes antigos e novos clientes podem adquirir o novo produto.

A ferramenta terá, em seguida, versões com integração de pagamento e ao módulo delivery. Logo que essas versões saiam do forno, você saberá acompanhando nosso Blog. Essas integrações serão versões pagas da ferramenta.